Parque Nacional Peneda-Gerês

Gerês

O Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), com cerca de 700 km2, estende-se do planalto da Mourela ao de Castro Laboreiro, e inclui as serras da Peneda, Soajo, Amarela e Gerês.

Nesta região montanhosa, essencialmente granítica, é possível observar, nas zonas de elevada altitude os efeitos da última idade do gelo.

A presença da água é constante, das nascentes nos topos até aos vales encaixados e profundos.

O único Parque Nacional Português apresenta uma impressionante diversidade botânica – bosques, matos, vegetação ripícola, turfeiras, matos húmidos… – que inclui várias espécies raras e endémicas.

O PNPG alberga ainda alguns dos mais importantes carvalhais de Portugal e outros interessantes habitats semi-naturais, que acolhem uma grande diversidade de espécies animais com estatutos diferenciados: endémicas (salamandra-lusitânica), ameaçadas (lobo-ibérico), espécies de distribuição limitada (cartaxo-nortenho)… No mosaico agrícola que decora as paisagens destacam-se os prados de lima e lameiros.

Para além disto, o PNPG possui um rico património histórico-cultural, como por exemplo: necrópoles megalíticas, vestígios da romanização, castelos, espigueiros, fornos, moinhos, levadas, socalcos… aos quais se somam as aldeias serranas e outros núcleos de arquitetura tradicional bem preservados.

Descubra mais em Natural.pt ou no Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

Partilhe